A FUMAÇA

O Esquadrão de Demonstração Aérea surgiu na década de 1950 do entusiasmo e da dedicação de jovens aviadores a Força Aérea Brasileira (FAB), que de maneira pioneira desenvolveram, no Brasil, a acrobacia de alta precisão.

A Esquadrilha foi criada na antiga Escola de Aeronáutica, no lendário Campo dos Afonsos (RJ), formada por quatro aviões de treinamento avançado North American T-6 Texan. No início, as apresentações eram para o público da própria FAB, em solenidades e cerimônias militares.

Aos poucos, o grupo passou a se exibir para o público em geral, desenvolveu manobras ainda mais arrojadas, ganhou uma pintura dedicada para as apresentações e incorporou a fumaça branca, elemento que se tornou a marca registrada daquela unidade que passou a ser chamada, carinhosamente, de Esquadrilha da Fumaça.

Em 1969, o time recebeu sete aviões a jato de fabricação francesa Fouga Magister, que operaram conjuntamente com os T-6 até o ano de 1972.

Em 1976, com a aposentadoria do T-6, a Esquadrilha da Fumaça foi temporariamente desativada, voltando em 1982 para operar, pela primeira vez, com um avião de fabricação nacional - o Embraer T-27 Tucano, nas cores vermelho e branco.

Finalmente em 2013, uma nova era se iniciou com a chegada dos novos Embraer A-29 Super Tucano.

adesivo-brasao-esquadrilha-da-fumaca-militaria.png